FECHAR

Imprimir
Publicado em 12/01/2021

Bolsonaro cria superintendência na CVM e aumenta gastos em R$ 328 mil (Brasil Econômico)

O presidente Jair Bolsonaro decretou a criação de uma superintendência na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)  e autorizou as mudanças na Estrutura Regimental e do Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança da autarquia. A nova superintendência será de securitização, responsável pela troca de dívidas de credores para investidores com venda de títulos públicos.

Com o decreto, a Secretaria-Geral da Presidência da República estima que o Governo Federal gaste R$ 328,5 mil a mais do que em 2020. Além da superintendência, Bolsonaro criou duas gerencias subordinadas às administrações Financeira e de Tecnologia da Informação.

Confira as responsabilidades da Superintendência de Securitização

- Registros para a constituição de estruturas de securitização;

- Credenciamentos para o exercício de atividades de agentes fiduciários, companhias securitizadoras e agências classificadoras de risco;

- Atividades dos veículos de securitização registrados na CVM e propor e fiscalizar a observância das normas relacionadas aos registros e à divulgação de informações desses produtos;

- Coordenar, supervisionar e fiscalizar outros emissores, produtos e inovações de mercado que não estejam sob a esfera de competência das demais Superintendências, conforme dispuser o regimento interno.

O Ministério da Economia, responsável pela CVM, ainda não divulgou os nomes que assumirão os cargos criados pelo Palácio do Planalto. 

Video institucional

Cursos EAD

Cursos e Eventos

Nenhum evento disponível.

Fotos dos Eventos

Sobre o Sinfac-SP

O SINFAC-SP está localizado na
Rua Libero Badaró, 425 conj. 183, Centro, São Paulo, SP.
Atendemos de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas.