DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA (DIRETO) É OBRIGATÓRIA

Esta demonstração contábil relata quais foram as entradas e saídas em moeda corrente no caixa da entidade, durante determinado período referenciado, bem como o resultado deste fluxo de saídas e entradas.

O método direto demonstra os recebimentos e pagamentos derivados das atividades operacionais da empresa, ao invés de se aproveitar do lucro líquido ajustado em sua contabilidade.

Ele classifica os recebimentos e pagamentos utilizando as informações de controles financeiros e contábeis, tendo como referência o acompanhamento diário dos saldos existentes na empresa.

Todas estas operações de pagamentos e recebimentos são separadas e detalhadas na DFC, a fim de tornar claras as origens e destinos destes valores auferidos, consolidando-os com a mesma rubrica.

Esta é uma ferramenta de gestão muito importante, porque traz informações que refletem a movimentação do caixa da empresa, bem como sua destinação e fonte.

Solicite suas demonstrações contábeis, verificando se entre elas está a DFC. Não se esqueça: ela é obrigatória, inclusive passa as empresas que optam pelo lucro real, caso das empresas de factoring e securitizadoras.

Veja o modelo a seguir:

 

                                                 EMPRESA "X" DE FOMENTO MERCANTIL LTDA.

 

       

 

                                        DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - MÉTODO DIRETO

 

       

 

Em 31 de dezembro 2016

Valores em R$

 

1 - DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS

 

 

 

a) RECEBIMENTO DE CLIENTES:

 

 

 

      (+) Saldo inicial de Títulos de Terceiros a Receber .........................................

3.825.824,64

 

 

      (+) Saldo inicial de Contas Receber .............................................................

138.695,88

 

 

      (+) Receitas Auferidas no Período ................................................................

575.632,44

 

 

      (-) Saldo final de Títulos de Terceiros a Receber ............................................

148.876,36

 

 

      (-) Saldo final de Contas Receber ................................................................

3.361.686,74

 
       

 

(=) TOTAL DE RECEBIMENTO DE CLIENTES ..........................................

1.029.589,86

 

       

 

b) PAGAMENTO A FORNECEDORES:

 

 

 

      (+) Saldo inicial de Fornecedores a Pagar .....................................................

112.674,99

 

 

      (+) Compras do Período ..............................................................................

0

 

 

      (-) Saldo final de Fornecedores a Pagar .......................................................

91.691,34

 

 

(=) TOTAL DE PAGAMENTO A FORNECEDORES ....................................

20.983,65

 

       

 

c) OUTROS PAGAMENTOS:

   

 

      (-) Adiantamentos Realizados ......................................................................

4.054,82

 

 

      (-) Pagamento de Empréstimos .....................................................................

0

 

 

      (-) Pagamento de Outras Obrigações ............................................................

0

 

 

      (-) Pagamento de Obrigações Trabalhistas .....................................................

164.846,30

 

 

      (-) Pagamento de Obrigações Fiscais ............................................................

7.012,66

 

 

      (-) Pagamento de Despesas Operacionais .....................................................

507.537,76

 

 

      (-) Pagamento de Despesas Financeiras ........................................................

0

 

 

(=) TOTAL DE OUTROS PAGAMENTOS .............................................................

675.341,90

 

       

 

d) OUTROS RECEBIMENTOS:

 

 

 

      (+) Outros Recebimentos ............................................................................

11.740,00

 

 

      (+) Recebimento de Receitas Financeiras  .....................................................

3.205,41

 

       

 

(=) TOTAL DE RECEBIMENTOS ........................................................................

14.945,41

 

 

TOTAL DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS ....................................................

390.177,02

 

       

 

2 - DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS

 

 

 

a) AQUISIÇÃO DE BENS DO IMOBILIZADO:

 

 

 

      (-) Compra de Bens Tangíveis .......................................................................

6.712,08

 

 

(=) TOTAL DE AQUISIÇÃO DE BENS DO IMOBILIZADO ....................................

6.712,08

 

       

 

(=) TOTAL DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS............................................

6.712,08

 

       

 

3 -DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS

 

 

 

a) CAPTAÇÃO DE RECURSOS:

 

 

 

      (+) Empréstimos Tomados ...........................................................................

0                

 

 

      (+) Aumento do Capital Social – integralizado ..............................................

0               

 

 

(=) TOTAL DE AQUISIÇÃO DE BENS DO IMOBILIZADO ......................

0                

 

       

 

(=) TOTAL DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS .......................................     

0                 

 

       

 

(=) AUMENTO LÍQ. DE CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA = (1+2+3) .....

396.889,10

 

       

 

(-) CAIXA E EQUILAVENTES DE CAIXA NO INICIO DO PERÍODO ..............

212.157,38

 

 

(+) CAIXA E EQUILAVENTES DE CAIXA NO FIM DO PERÍODO ..................

609.046,48

 

 

(=) VARIAÇÃO OCORRIDA NO PERÍODO ..........................................................

396.889,10

 

       

Marco Antonio Granado é empresário contábil, contador, palestrante, escritor de artigos empresariais e consultor empresarial nas áreas contábil, tributária, trabalhista e de gestão empresarial. Bacharel em direito, pós-graduado em direito tributário e processo tributário e mestrando em contabilidade, controladoria e finanças na FIPECAFI, é consultor contábil, tributário, trabalhista e previdenciário do SINFAC-SP – Sindicato das Sociedades de Fomento Mercantil Factoring do Estado de São Paulo.

(Publicado em 21/05/2019)

Video institucional

Cursos EAD

Cursos e Eventos

Nenhum evento disponível.

Fotos dos Eventos

Sobre o Sinfac-SP

O SINFAC-SP está localizado na
Rua Libero Badaró, 425 conj. 183, Centro, São Paulo, SP.
Atendemos de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas.